Carduelis Tristis

Descrição

Carduelis Tristis é um pequeno fringilídeo que mede entre 11 e 13 cm de comprimento e com uma envergadura entre asas de 19 a 22 cm. Pesa entre 11 e 20 gramas. O bico é pequeno, cónico e rosado a maior parte do ano, mas torna-se alaranjado na muda da primavera, em ambos os sexos. A forma e o tamanho do bico ajudam-no na extracção de sementes de cardos, girassóis e outras plantas que compõem o seu regime alimentar.

Carduelis tristis macho com plumagem de inverno.

Carduelis tristis macho com plumagem de inverno.

A sua plumagem muda duas vezes, na primavera e no outono. O dimorfismo sexual que afecta a cor da plumagem é mais notório depois da muda da primavera, quando o macho se cobre de cores vivas para atrair a fêmea. Cada muda é completa e não progressiva, mudam todas as penas à excepção das da cauda e das asas, que são cor de azeitona ou pardas nas fêmeas e negras nos machos, com bandas brancas sempre presentes. Uma vez completa a muda da primavera, o macho exibe uma plumagem amarela limão brilhante, originada pelos pigmentos carotenoides das plantas que ingere. Tem um capuz negro e o ventre branco. A fêmea apresenta tons amarelos sobre plumagem castanha ou cor de azeitona. Depois da muda de outono a plumagem torna-se mate, com o ventre cor de camurça, o dorso castanho oliva e a cabeça amarela pálida. A plumagem de outono é parecida em ambos os sexos, mas o macho distingue-se por um babeiro amarelo. Em algumas regiões os pintassilgos perdem todos os traços de amarelo durante o inverno e apresentam tons cinzento bronze ou cor de azeitona.

Carduelis Tristis

Carduelis Tristis

 

Nidificação

É um pássaro social juntando-se em bandos para se alimentar e para migrar. Pode comportar-se  territorialmente na época de construção do ninho, mas esta agressividade dura pouco tempo. A época de reprodução inicia-se em finais de Julho, altura em que há mais alimento. Tem uma ninhada por ano e geralmente é monógamo.

carduelis tristis ninho

Carduelis tristis ninho

3

4

Subespécies

Há quatro subespécies de Carduelis Tristis :

C. t. tristis é a mais comum. No verão encontra-se do sul do Canadá até ao Colorado e a leste até à Carolina do Sul. De inverno ocupa uma faixa que vai do sul do Canadá à Flórida e México Central.

C. t. pallidus diferencia-se das outras subespécies por apresentar uma cor mais pálida, as marcas brancas mais visíveis e o capuz negro maior nos machos. É ligeiramente maior que o C. t. tristis. No verão estende-se da Colúmbia Britânica ao Ontario ocidental e a oeste até ao Oregon. No inverno abrange um território que vai do sul do Canadá e norte da California até ao México.

C. t. jewetti é o mais pequeno e escuro. Encontra-se desde a vertente ocidental da Cordilheira das Cascatas, do sul da Colúmbia Britânica à California central, coincidindo em muitos locais com o território do C. t. pallidus.

C. t. salicamans aparece a oeste da Serra Nevada no verão, e no inverno ocupa uma faixa que vai da Baja California aos desertos de Mojave e Colorado. De inverno, a plumagem de ambos os sexos é mais castanha que outras subespécies, e no verão o capuz negro dos machos é mais pequeno.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s